Os cinco anos de Junho/2013

Na sexta-feira, 15 de junho, às 14h, no auditório Baesse (Fafich/UFMG), o projeto “Transformações do ativismo no Brasil: junho de 2013 em perspectiva comparada” promove a mesa “Junho de 2013 + 5”, a fim de discutir os complexos desdobramentos dessevento_facebook_junho+5.pnge processo político no país.

A atividade se insere no ciclo de palestras “A crise política e o futuro da democracia no Brasil”, organizado pelo Departamento de Ciência Política (DCP). Participam do debate pesquisadores de cinco universidades, parceiros no desenvolvimento da pesquisa: Breno Bringel (IESP/UERJ), Ricardo Fabrino Mendonça (UFMG), Marcelo Kunrath Silva (UFRGS), Rosangela Schulz (UFPEL) e Francisco Tavares (UFG). A pesquisa conta com o financiamento da CAPES.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site: http://tiny.cc/dh0buy

 

Anúncios

Gênero e democracia

O Ciclo de debates “Pensando a Democracia, a República e o Estado de Direito no Brasil”, promove a mesa “Gênero e Democracia”, na sexta-feira, 8 de junho, às 19h, no auditório Paulo Camillo, no BDMG (rua Bernardo Guimarães, 1.600, Lourdes, Belo Horizonte). Nesta edição, participam Flávia Biroli (UnB) e os pesquisadores do Margem Ricardo Fabrino (UFMG) e Cristiano Rodrigues (UFMG).

A entrada é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia. Também haverá emissão de certificados.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/440854293027789/

Pixação como experiência política e estética

Na terça, 29 de março, a partir das 13h30, ocorre o “Colóquio Pixação: experiências, política, estética”, no auditório Professor Luiz Bicalho, 1º andar, Fafich/UFMG. O evento tem como objetivo promover um diálogo entre experiências e abordagens acadêmicas em torno do tema da pixação, em diversos de seus aspectos, sobretudo aqueles que perpassam suas potências estéticas e políticas. Além de mesas com convidados de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, a programação terá o filme “Pixadores” (Amir Escandari, 2014), exibido pela primeira vez na capital mineira.

A pesquisadora do Margem Ana Karina Oliveira, doutoranda no Programa de Pós-graduação em Comunicação (UFMG), e a pesquisadora Ludmilla Zago estão na organização do evento, que conta com a supervisão da professora Ângela Marques, também do Margem.

O colóquio é aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia e com emissão de certificado para os ouvintes.

Programação

13h30-15h30: MESA 1
Ludmilla Zago (BH)
Gustavo Coelho (RJ)
Márcio Jorge Melo (Márcio Murari) (BH)
Mediação: Felipe Soares (BH)

15h30-16h: INTERVALO

16h-18h: MESA 2
Álan Pires (BH)
Alexandre Barbosa (SP)
Sinikos (BH)
Mediação: Ana Karina Oliveira (BH)

18h-19h: INTERVALO


19h: FILME “PIXADORES” (Amir Escandari, 2014)

Com roda aberta de conversa e presença de RC Cripta (SP)

Mais informações: https://www.facebook.com/events/1775977955832610/

Imprensa feminista brasileira

No dia 28 de maio, a pesquisadora do Margem Viviane Gonçalves Freitas participa do Postdoctoral Talks, apresentando as discussões de sua tese de doutorado, na palestra “Democracia e cidadania na imprensa feminista brasileira”. A iniciativa é coordenada pelos pós-doutorandos Breno Cypriano vivianee José Geraldo Gontijo, do Programa de Pós-graduação em Ciência Política. O evento ocorre às 17h, no auditório Carangola, sala 1012, na Fafich/UFMG.

Mais informações: https://goo.gl/WoLXKY

 

Política e sensibilidade

Ângela Marques e Ricardo Fabrino Mendonça, pesquisadores do Margem, participam do debate “Política e sensibilidade: alteridade e o papel das emoções na resolução de conflitos”, no dia 15 de abril, às 14h, no auditório Professor Baesse, na Fafich/UFMG. Também participa da mesa Wesley Matheus, consultor em projetos de focalização e monitoramento na América Latina e África.

O evento, organizado pelo grupo Crítica & Dialética, tem como proposta o refletir sobre o espaço do diálogo e o entendimento quanto ao lugar do outro na esfera política, no contexto de posições cada vez mais polarizadas.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/196836877477372/

Prêmio ABEU 2017

Livro UFMG

O livro Democracia digital: publicidade, instituições e confronto político, organizado por Ricardo Fabrino Mendonça (coordenador do Margem), Marcus Abílio Pereira e Fernando Filgueiras, foi premiado com a menção honrosa, na categoria Ciências Humanas, do Prêmio ABEU 2017. A condecoração é oferecida pela Associação Brasileira das Editoras Universitárias.

A obra, publicada pela Editora da Universidade Federal de Minas Gerais, no ano passado, traz resultados de pesquisas recentes segundo os quais o uso da tecnologia tem-se difundido de modo muito amplo, “compondo um quadro complexo de formação da opinião pública, de construção da informação e da publicidade, de mudanças institucionais e de novas relações de poder”, conforme apresentação do livro.

Migração é tema de evento na Fafich

De 5 a 9 de março, o Centro Acadêmico de Ciências Sociais (Cacs) promove uma série de atividades, cujo tema principal é a migração. Feira de artesanato, oficina de dança, rodas de conversa e feira gastronômica são algumas das diferentes maneiras de abordar o tema pelos espaços da Fafich, durante esta semana.

Alexei Herrera, doutorando no Programa de Pós-graduação em Comunicação Social e nascido em Cuba, comenta o filme de Ernesto Daranas “Numa escola de Havana” (2014), ganhador do prêmio de Melhor Filme do Festival de Cinema de Havana (2014) e do Festival de Filme de Bogotá. A sessão comentada será na terça, 6 de março, das 14h às 17h30, na sala- auditório 1012, localizada no 1º andar da Fafich.

Mais informações: https://goo.gl/P4zoHW