Mesas na IPSA 2018

O coordenador do Margem, professor Ricardo Fabrino Mendonça, é co-organizador de três mesas sobre a comunicação não-verbal nas ações políticas, em parceria com os pesquisadores Selen Ercan (Centre for Deliberative Democracy and Global Governance) e Hans Asenbaum (Westminster Centre for the Study of Democracy), que ocorrem nesta segunda-feira, 23 de julho, durante o 25º Congresso Mundial de Ciência Política, em Brisbane, Austrália.

37622673_1784289484970105_5305510020564123648_n
Ricardo Fabrino Mendonça, Selen Ercan e Hans Asenbaum

O evento é uma promoção da Associação Internacional de Ciência Política (IPSA, sigla em inglês).

Nas três sessões, os participantes abordam a dimensão política de imagens, sons, corpos e silêncios na estruturação de discussões públicas. Na primeira mesa, “Beyond Talk: The Role of Non-verbal Communication in Deliberative Democracy“, que destaca a função da comunicação não-verbal na democracia deliberativa, Mendonça atua como debatedor. Já na segunda, “Beyond Talk: Contentious Performances and Protest as Deliberative Claim-making“, cujo foco são os protestos e as performances contenciosas na perspectiva de reivindicações deliberativas, o pesquisador da UFMG apresenta o paper “Expanding the Deliberative Repertoire: Visuals, Sounds and Presence as Deliberative Forms of Claim Making“. As atividades do dia se encerram com a mesa “Beyond Talk: Non-verbal Communication in Institutions and Democratic Innovations“, que aborda as instituições e as inovações democráticas, na qual Mendonça atua como coordenador.

 

 

Anúncios

Workshop sobre democracia deliberativa

No dia 18 de julho, o coordenador do Margem, professor Ricardo Fabrino Mendonça, participa do “Methods Workshop: Assessing Deliberation”, na Universidade de Canberra, na Austrália. Também integram as atividades os pesquisadores Hans Asenbaum, Nicole Curato e Selen Ercan.

O curso visa apresentar abordagens metodológicas inovadoras no estudo da democracia deliberativa dentro e fora dos mini-públicos. Além disso, objetiva incentivar os participantes a apresentar ideias preliminares ou as direções futuras para trabalhos já em andamento e publicados.

A iniciativa é uma parceria entre o Centro para a Democracia Deliberativa e a Governança Global da Universidade de Canberra, o Centro para o Estudo da Democracia da Universidade de Westminster e o Margem – Grupo de Pesquisa em Democracia e Justiça da Universidade Federal de Minas Gerais.

O primeiro workshop de métodos foi realizado em 2017, para os estudantes de doutorado do grupo vinculado à Universidade de Canberra e co-organizado pelas professoras Nicole Curato e Sofie Marien (KU Leuven).

Os cinco anos de Junho/2013

Na sexta-feira, 15 de junho, às 14h, no auditório Baesse (Fafich/UFMG), o projeto “Transformações do ativismo no Brasil: junho de 2013 em perspectiva comparada” promove a mesa “Junho de 2013 + 5”, a fim de discutir os complexos desdobramentos dessevento_facebook_junho+5.pnge processo político no país.

A atividade se insere no ciclo de palestras “A crise política e o futuro da democracia no Brasil”, organizado pelo Departamento de Ciência Política (DCP). Participam do debate pesquisadores de cinco universidades, parceiros no desenvolvimento da pesquisa: Breno Bringel (IESP/UERJ), Ricardo Fabrino Mendonça (UFMG), Marcelo Kunrath Silva (UFRGS), Rosangela Schulz (UFPEL) e Francisco Tavares (UFG). A pesquisa conta com o financiamento da CAPES.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site: http://tiny.cc/dh0buy

 

Gênero e democracia

O Ciclo de debates “Pensando a Democracia, a República e o Estado de Direito no Brasil”, promove a mesa “Gênero e Democracia”, na sexta-feira, 8 de junho, às 19h, no auditório Paulo Camillo, no BDMG (rua Bernardo Guimarães, 1.600, Lourdes, Belo Horizonte). Nesta edição, participam Flávia Biroli (UnB) e os pesquisadores do Margem Ricardo Fabrino (UFMG) e Cristiano Rodrigues (UFMG).

A entrada é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia. Também haverá emissão de certificados.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/440854293027789/

Pixação como experiência política e estética

Na terça, 29 de março, a partir das 13h30, ocorre o “Colóquio Pixação: experiências, política, estética”, no auditório Professor Luiz Bicalho, 1º andar, Fafich/UFMG. O evento tem como objetivo promover um diálogo entre experiências e abordagens acadêmicas em torno do tema da pixação, em diversos de seus aspectos, sobretudo aqueles que perpassam suas potências estéticas e políticas. Além de mesas com convidados de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, a programação terá o filme “Pixadores” (Amir Escandari, 2014), exibido pela primeira vez na capital mineira.

A pesquisadora do Margem Ana Karina Oliveira, doutoranda no Programa de Pós-graduação em Comunicação (UFMG), e a pesquisadora Ludmilla Zago estão na organização do evento, que conta com a supervisão da professora Ângela Marques, também do Margem.

O colóquio é aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia e com emissão de certificado para os ouvintes.

Programação

13h30-15h30: MESA 1
Ludmilla Zago (BH)
Gustavo Coelho (RJ)
Márcio Jorge Melo (Márcio Murari) (BH)
Mediação: Felipe Soares (BH)

15h30-16h: INTERVALO

16h-18h: MESA 2
Álan Pires (BH)
Alexandre Barbosa (SP)
Sinikos (BH)
Mediação: Ana Karina Oliveira (BH)

18h-19h: INTERVALO


19h: FILME “PIXADORES” (Amir Escandari, 2014)

Com roda aberta de conversa e presença de RC Cripta (SP)

Mais informações: https://www.facebook.com/events/1775977955832610/

Imprensa feminista brasileira

No dia 28 de maio, a pesquisadora do Margem Viviane Gonçalves Freitas participa do Postdoctoral Talks, apresentando as discussões de sua tese de doutorado, na palestra “Democracia e cidadania na imprensa feminista brasileira”. A iniciativa é coordenada pelos pós-doutorandos Breno Cypriano vivianee José Geraldo Gontijo, do Programa de Pós-graduação em Ciência Política. O evento ocorre às 17h, no auditório Carangola, sala 1012, na Fafich/UFMG.

Mais informações: https://goo.gl/WoLXKY

 

Política e sensibilidade

Ângela Marques e Ricardo Fabrino Mendonça, pesquisadores do Margem, participam do debate “Política e sensibilidade: alteridade e o papel das emoções na resolução de conflitos”, no dia 15 de abril, às 14h, no auditório Professor Baesse, na Fafich/UFMG. Também participa da mesa Wesley Matheus, consultor em projetos de focalização e monitoramento na América Latina e África.

O evento, organizado pelo grupo Crítica & Dialética, tem como proposta o refletir sobre o espaço do diálogo e o entendimento quanto ao lugar do outro na esfera política, no contexto de posições cada vez mais polarizadas.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/196836877477372/