Mesas na IPSA 2018

O coordenador do Margem, professor Ricardo Fabrino Mendonça, é co-organizador de três mesas sobre a comunicação não-verbal nas ações políticas, em parceria com os pesquisadores Selen Ercan (Centre for Deliberative Democracy and Global Governance) e Hans Asenbaum (Westminster Centre for the Study of Democracy), que ocorrem nesta segunda-feira, 23 de julho, durante o 25º Congresso Mundial de Ciência Política, em Brisbane, Austrália.

37622673_1784289484970105_5305510020564123648_n
Ricardo Fabrino Mendonça, Selen Ercan e Hans Asenbaum

O evento é uma promoção da Associação Internacional de Ciência Política (IPSA, sigla em inglês).

Nas três sessões, os participantes abordam a dimensão política de imagens, sons, corpos e silêncios na estruturação de discussões públicas. Na primeira mesa, “Beyond Talk: The Role of Non-verbal Communication in Deliberative Democracy“, que destaca a função da comunicação não-verbal na democracia deliberativa, Mendonça atua como debatedor. Já na segunda, “Beyond Talk: Contentious Performances and Protest as Deliberative Claim-making“, cujo foco são os protestos e as performances contenciosas na perspectiva de reivindicações deliberativas, o pesquisador da UFMG apresenta o paper “Expanding the Deliberative Repertoire: Visuals, Sounds and Presence as Deliberative Forms of Claim Making“. As atividades do dia se encerram com a mesa “Beyond Talk: Non-verbal Communication in Institutions and Democratic Innovations“, que aborda as instituições e as inovações democráticas, na qual Mendonça atua como coordenador.

 

 

Anúncios

Workshop sobre democracia deliberativa

No dia 18 de julho, o coordenador do Margem, professor Ricardo Fabrino Mendonça, participa do “Methods Workshop: Assessing Deliberation”, na Universidade de Canberra, na Austrália. Também integram as atividades os pesquisadores Hans Asenbaum, Nicole Curato e Selen Ercan.

O curso visa apresentar abordagens metodológicas inovadoras no estudo da democracia deliberativa dentro e fora dos mini-públicos. Além disso, objetiva incentivar os participantes a apresentar ideias preliminares ou as direções futuras para trabalhos já em andamento e publicados.

A iniciativa é uma parceria entre o Centro para a Democracia Deliberativa e a Governança Global da Universidade de Canberra, o Centro para o Estudo da Democracia da Universidade de Westminster e o Margem – Grupo de Pesquisa em Democracia e Justiça da Universidade Federal de Minas Gerais.

O primeiro workshop de métodos foi realizado em 2017, para os estudantes de doutorado do grupo vinculado à Universidade de Canberra e co-organizado pelas professoras Nicole Curato e Sofie Marien (KU Leuven).