Teses, dissertações e monografias

TESES

2017

SARMENTO, Rayza (2017). Das sufragistas às ativistas 2.0: feminismo, mídia e política no Brasil (1921 a 2016). Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça. Bolsa Fapemig no país e exterior (PDS).

DISSERTAÇÕES

2017

TENENWURCEL, Laura Rennó (2017). Reconhecimento e redistribuição na luta urbana por moradia: o caso da ocupação organizada Eliana Silva. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

2016

MATHEUS, Wesley (2016). O uso público das emoções: o papel das emoções no contexto deliberativo. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

MOTTA, Filipe (2016). Conflito e Deliberação na Serra da Gandarela: pela superação de uma dicotomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

2014

DUTRA, Michele (2014). Um útero todo seu: público e privado nos posts das blogueiras feministas.Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça. Bolsa Capes.

GOMES, Weslaine (2014). A gente não quer só comida?: Democracia e Políticas Culturais em Minas Gerais (2001-2011).Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

2013

SARMENTO, Rayza (2013). Entre tempos e tensões: o debate mediado sobre a Lei Maria da Penha (2001 a 2012). Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça. Bolsa Capes.

MONOGRAFIAS

2014

REIS, Stephanie (2014). Deliberação online e a legitimidade do falante: um estado de caso sobre ovotenaweb e os comentários de notícias. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

2013

OLIVEIRA, Wesley Matheus (2013).Twitter: o que te faz? Uma analítica política sobre a plataforma. Curso de Ciências Sociais, UFMG. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Fabrino Mendonça.

 

Anúncios