Quem somos

|| Margem || – Grupo de Pesquisa em Democracia e Justiça

O Grupo de Pesquisa em Democracia e Justiça realiza investigações conceituais e empíricas voltadas à compreensão dos obstáculos ao incremento democrático e das experiências de injustiça que atravessam práticas e instituições sociais. A realização desse diagnóstico crítico do contemporâneo alicerça um comprometimento teórico e prático com a promoção de uma sociedade mais justa, mais igualitária, mais libertária, mais inclusiva, mais reflexiva e mais plural.

O grupo está ancorado em quatro premissas fundamentais. Em primeiro lugar, partimos de uma concepção ampla de democracia e de justiça, que não as reduz às suas formas institucionais contemporâneas, embora não deseje, simples e aprioristicamente, negar tais formas. Democracia e justiça envolvem, fundamentalmente, a preocupação com a construção de sociedades mais iguais e livres, o que requer essencialmente uma consideração da irredutibilidade da alteridade a compô-las. Em segundo lugar, adotamos um olhar não teleológico, entendendo que justiça e democracia não são estradas de mão única, mas construções processuais e humanas atravessadas por idas e vindas. Em terceiro lugar, e justamente com base na segunda premissa, advogamos a inseparabilidade entre democracia e justiça. Parece-nos impossível discutir uma das duas noções sem a outra, dada sua articulação de base. Não há justiça sem democracia e nem democracia sem justiça.

O grupo também tem por base três compromissos. O primeiro, já mencionado, é o compromisso político com a promoção de sociedades mais justas e democráticas. Estamos comprometidos com aquelas e aqueles que são oprimidos, o que não significa a defesa parcial e cega de atores políticos e práticas que se declaram emancipatórios. Nosso compromisso não é com atores e atrizes específicos, mas com a justiça e a democracia, o que requer a sustentação de uma crítica permanente. O segundo compromisso é com a produção de conhecimento a partir de parâmetros justos, horizontais e éticos. Nosso grupo se deseja um espaço democrático, respeitoso e justo. O terceiro compromisso é com a transdisciplinaridade e com o pluralismo metodológico. Nosso interesse é incorporar pesquisadores, literaturas, enfoques, abordagens e técnicas de diversas áreas e naturezas, desde que nos ajudem a pensar as ideias de democracia e de justiça.

Entre os eixos de interesse do grupo, destacamos:

– Teorias Democráticas

– Teorias da Justiça

– Conflitos e lutas sociais

– Participação e inovações democráticas

– Linguagem, tecnologia e política

Anúncios